KEEP UP TO DATE

CONNECT  facebook youtube pinterest twitter soundcloud
search advanced search

AUTHOR(S)

Peter Adamson
As crianças que ficam para trás: Uma tabela classificativa da desigualdade no bem-estar das crianças nos países ricos
LANGUAGE:
Portuguese
OTHER LANGUAGES:
DOWNLOAD:
Full text PDF KB 1592
facebook twitter linkedin google+ reddit print email

ABSTRACT

O presente Report Card apresenta uma primeira visão global das desigualdades no bem-estar das crianças em 24 dos países mais ricos do mundo. São examinadas três dimensões da desigualdade: bem-estar material, educação e saúde. Em cada um dos casos e para cada país, a questão que se coloca é "até que ponto estão as crianças a ser deixadas para trás?" O presente relatório defende a ideia de que as crianças merecem ter o melhor começo possível, que as primeiras experiências podem lançar uma longa sombra sobre as suas vidas e que as crianças não podem ser responsabilizadas pelas circunstâncias em que nascem. Neste sentido, o parâmetro utilizado - o grau de desigualdade na base da pirâmide ao nível do bem-estar das crianças - mede os progressos que estão a ser feitos no sentido de uma sociedade mais justa. Reunindo dados relativos à maioria dos países da OCDE, o relatório tenta demonstrar quais destes países estão a deixar que as crianças fiquem para trás mais do que o necessário na educação, saúde e bem-estar material (utilizando os países com melhores desempenhos como padrão mínimo para o que pode ser alcançado). Chamando a atenção para a profundidade das disparidades reveladas, e resumindo o que se sabe sobre as suas consequências, defende-se que o "ficar para trás" é uma questão fundamental, não só para milhões de crianças na actualidade, mas também para o futuro económico e social dos seus países.
SERIESInnocenti Report Card
SERIES No. 9
DATE OF PUBLICATION2010
PAGES36